Asset 57
Asset 54

Subscrição de conteúdo

Receba as novidades sobre os nossos produtos e serviços

21 Fevereiro 2020

E-commerce: 6 aspetos a ter em conta para aumentar vendas

O e-commerce em Portugal continua a crescer, uma tendência que se tem registado há já vários anos. Em 2017, e segundo os dados da ACEPI (Associação de Economia Digital),  3,1 milhões de pessoas compraram online e gastaram cerca de 4,2 milhões de euros. Estes são valores que têm tendência para aumentar e, em 2025, espera-se que sejam gastos 8,9 milhões de euros em comércio eletrónico.  

Atualmente, ter uma loja online é um passo importante na vida de uma empresa: significa derrubar fronteiras, conquistar novo público, ser mais competitivo e, assim, crescer. Seja um negócio B2C ou B2B, as possibilidades nas vendas online são imensas e só o céu é o limite. Seja qual for o seu negócio, é possível colocá-lo online e torná-lo ainda mais rentável. 

Que vantagens pode o e-commerce trazer para a sua empresa?

O e-commerce chegou, viu e venceu e já ajudou muitas empresas a vencer também. No artigo de hoje, vamos falar sobre como pode aumentar ainda mais as vendas da sua loja online, mas antes olhemos para as vantagens do comércio eletrónico que lhe podem estar a passar ao lado. 
 
✓ Não existem limitações de espaço ou tempo. Uma loja online está disponível 24h por dia, sem as limitações de horário de uma loja física. As barreiras físicas também não se aplicam, por isso qualquer pessoa pode comprar os seus produtos esteja onde estiver através de um smartphone ou tablet;
 
✓ Ninguém gosta de gastar tempo em deslocações ou filas de espera, muito menos os clientes do século XXI: impacientes, impulsivos e muitíssimo exigentes. Ao retirar esses inconvenientes do processo de compra, está a dar aos seus potenciais clientes argumentos para comprar na sua loja; 

As lojas online têm um baixo custo de implementação, comparativamente com uma loja física;

✓ As lojas online permitem criar estratégias e promoções especialmente para o seu público ou para uma parte do seu público. A segmentação é uma das melhores e mais poderosas armas no marketing digital. Por exemplo, uma campanha de descontos numa loja física atinge todo o tipo de pessoas, de qualquer idade e com vários tópicos de interesse. No online, é possível direcionar uma campanha para um segmento em específico. 
 
Eis alguns aspetos a ter em conta para melhorar o seu e-commerce.

Tenha um site funcional, com design simples e UX responsivo

Uma loja online deve ser o mais simples e funcional quanto possível e ter, preferencialmente, um design clean, minimalista e atraente. O processo de compra, desde a seleção do produto até ao seu pagamento, deve ter poucos passos e ser fácil de acompanhar. Lembre-se que o objetivo é fazer com que o seu potencial cliente passe o mais tempo possível no seu site a navegar e a conhecer os seus produtos e confundi-lo com demasiado informação ou etapas leva a uma experiência de compra menos satisfatória e, consequentemente, desistências e abandonos de carrinhos. 

Sublinhamos ainda que deve estar atento à forma como organiza as categorias e subcategorias do seu site, que devem ser fáceis de entender e navegar. Perca também algum tempo a analisar as descrições e fotos dos seus produtos: são descritivas e minuciosas o suficiente?, têm tudo aquilo que o cliente precisa de saber?, têm informação relativa à sua origem e composição? as fotos têm várias perspectivas e ângulos? Se precisa de melhorar as descrições dos seus produtos, recomendamos que o faça tendo em conta técnicas de SEO. Finalmente, certifique-se que a sua loja online é mobile friendly. 

Desenvolva uma estratégia de SEO e Marketing Digital

A par de um site funcional e responsivo, é importante que invista numa estratégia de marketing digital e de SEO (Search Engine Optimization).  Já aqui falamos da importância do SEO para empresas, pode relembrar. 

No fundo, importa que a sua loja online esteja incluída num todo, numa estratégia 360º que tenha como objetivo levar o seu público, já convencido que o seu produto é o melhor, até à loja virtual. 

Neste sentido, há muitos aspetos a ter em conta. Pode apostar numa estratégia de marketing de conteúdo segmentada, que se tem revelado uma boa forma de gerar visitas à loja online e, assim, vendas.  Pode ainda incluir uma campanha de Google Ads, SEO, redes sociais, inbound marketing, e-mail marketing, etc, etc, etc. 

Tenha várias formas de pagamento e um bom software de faturação

É importante que ao terminar a sua compra, o consumidor tenha ao dispor várias formas de pagamento, como PayPal, cartões bancários (crédito ou débito), Multibanco, etc. Pode parecer trivial, mas ter uma panóplia de opções aumenta a confiança do cliente na sua empresa, pois dá opções fiáveis a todos: aos consumidores mais tradicionais, que recorrem ao multibanco, e aos mais avançados, que já não vivem sem MB Way. 

Também é importante que invista num software de faturação seguro, confiável e o mais automatizado quanto possível. Um bom software de faturação bem implementado e automatizado para os seus diferentes métodos de pagamento é uma mais valia para a sua empresa, pois vai facilitar trabalho, descomplicar processos e fazer com que todo o fluxo de compra e venda seja mais direto, contínuo e sem entraves nem complicações.

Desenvolva um sistema de apoio ao cliente

Melhor que ter uma experiência de compra sem percalços, é ter um problema e a marca interessar-se por resolvê-lo o mais rapidamente possível. Um serviço de apoio ao cliente preparado para responder a questões e resolver problemas confere credibilidade à sua marca. Além disso, permite receber feedback, esclarecer pequenas dúvidas e solucionar contratempos no processo de compra.

Os chatbots e a inteligência artifical vieram  desenvolver e, muito!, a área de atendimento ao cliente e conseguiram diminuir erros e tempo de resposta, desenvolver respostas personalizadas, aumentar a interação e a satisfação do cliente. Recomendamos que tenha mais que uma forma de contacto e o horário de funcionamento em que cada uma funciona.

Respeite a legislação

Com o aumento do comércio online em Portugal, houve a necessidade de criar novas leis fazer várias melhorias nas já existentes, redefinido e melhorando algumas regras e procedimentos.  Deixamos alguma legislação que deve analisar e pôr em prática no seu comércio eletrónico. 
 
 
✓ DL n.º 70/2007 – Práticas comerciais com redução de preço; 
 
 
 
 
Tenha uma zona de Perguntas Frequentes (FAQs), Política de Troca ou Devolução e Política de Privacidade da empresa bem visível na sua loja online. Ao dar estas informações aos seus clientes, está a revelar-se um vendedor de confiança, que se preocupa com o consumidor e que quer tudo “às claras”.  Conheça as leis e dê-as conhecer: um consumidor informado, é um consumidor satisfeito! 

Faça uma análise regular às métricas do seu e-commerce

O comércio eletrónico tem a vantagem de fazer análises detalhadas às mais variadas métricas, como o tráfego no site, as fontes desse tráfego, os produtos ou categorias mais visitas, os carrinhos abandonados, etc. 

Esta é uma das principais vantagens do comércio eletrónico: a facilidade e rapidez com que pode adaptar uma parte da sua estratégia. Se encontrar uma métrica com um pior resultado ou se tiver detetado um problema no seu site, pode muito rapidamente alterar a sua estratégia e direcioná-la para solucionar esse problema.

Se já tem uma loja online ou se está a pensar implementar uma, lembre-se de lhe dar a mesma atenção de uma loja física. Um e-commerce não deve ser visto como uma parte secundária do seu negócio porque, se assim for, pode estar a desperdiçar um investimento que lhe daria muito retorno.  

Se precisar de um parceiro na implementação de um e-commerce na sua empresa, fale connosco. Temos uma vasta experiência em fazê-lo e uma longa lista de casos de sucesso. O e-commerce não é futuro do comércio, é o presente!  

+ informações

Subscrição de conteúdo

Receba as novidades sobre os nossos produtos e serviços

João Barroso

Consultor WEB

O João é o consultor web mais experiente da empresa!
Ler +

Alina Carvalho

Diretora Comercial

A equipa comercial é a linha da frente na Netgócio e, muito mais que comerciais, temos consultores que ajudam os nossos clientes (...)
Ler +

Alexandra Costa

Estagiária RH

Logo no primeiro dia de estágio na Netgócio senti que não poderia ter feito melhor escolha.
Ler +

Patrícia Cunha

CFO

No dia de celebrar as Grandes Mulheres, quisemos passar uns minutos a conhecer melhor a Mulher que lidera a nossa família. 
Ler +

Carla Moreira

Designer

A criação é a essência da humanidade existir. Muda o que crias para que o mundo evolua contigo.

+ informações

Saiba porque o design é essencial para a sobrevivência do seu e-commerce Lifenatura
Asset 57
Asset 57
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço.
Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies. Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.